Como se preparar em um curto espaço de tempo?

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email

Para candidatos que têm de 1-4 semanas para se preparar para o IELTS.

Uma vez que você descobre que precisa fazer o IELTS, imediatamente começa a fazer cálculos de quanto tempo você terá pra se preparar e quando deverá fazer a prova.

Se você tiver sorte, terá alguns meses pela frente, o que é algo muito a seu favor, pois quanto mais tempo tiver para evoluir no seu inglês e praticar a técnica do exame, maiores serão as chances de uma boa nota.

Porém, nem todo mundo tem essa sorte, e já tivemos clientes que tiveram apenas 1 semana para se preparar para a prova, assim como aqueles cujo projeto ainda levará mais de 1 ano. Portanto, cada cenário de prazo vai afetar sua forma de se preparar. E qual a melhor maneira de se preparar dentro do curto prazo que você tem? Se você tem apenas de 1 semana a 1 mês para se preparar, este é o planejamento mais seguro para você.

TENHO MENOS DE 1 MÊS PRA ME PREPARAR

Com esse curto prazo, dificilmente você conseguirá obter uma melhoria linguística significativa para melhorar o seu inglês a ponto de elevar uma nota, mesmo que seja em meio ponto (meio ponto é uma diferença linguística significativa no IELTS). Ou seja, a nota que você tirará na prova vai – na melhor das hipóteses – refletir seu nível de inglês atual. Portanto, é preciso pensar num plano emergencial. Ser realista nesse cenário é extremamente importante. Se você tem um nível de inglês intermediário e precisa tirar uma nota 7 dentro de 1 mês, isso dificilmente irá acontecer, pois uma nota 7 equivale a um nível de inglês bem mais elevado que um intermediário. Portanto, às vezes é preciso pensar num plano B.

Com menos de 1 mês pra se preparar, o melhor que se pode fazer é trabalhar técnicas e estratégias para potencializar seus resultados. A primeira coisa que você deve fazer é:

– Contratar um professor especializado em preparação IELTS.

Não tente se preparar sozinho, com vídeos no Youtube, ajuda de amigos ou até com um professor de inglês que não seja especializado no exame. Para que haja uma evolução nesse curto prazo, é preciso a ajuda de alguém que rapidamente detecte suas falhas, necessidades e que seja capaz de saná-las com objetividade e técnica dentro do formato do exame. Quem se prepara por conta própria dificilmente tem uma evolução significativa dentro de um curto prazo, portanto não é hora de economizar. É melhor investir numa boa preparação e encarar a prova com reais chances de obter seu resultado, do que jogar dinheiro fora com tentativas mal sucedidas na prova, que apenas aumentarão sua frustração e até medo da prova. Lembre-se: uma boa preparação é um investimento no seu sonho, e nunca um gasto.

Porém, caso esse investimento não seja viável para você, faça o seguinte:

– Colete materiais que contenham exemplos e simulados de provas anteriores.

É muito importante se familiarizar com o formato, dinâmica e tipos de questões da prova, e isso você só conseguirá tendo acesso a exames antigos. Cuidado: existem muitos materiais online que são elaborados com base no IELTS, mas que fogem muito do padrão original da prova. Por isso, o mais seguro é adquirir ou buscar “authentic  IELTS material”, ou seja, aqueles que têm o selo de Cambridge, como a série de livros Cambridge IELTS (são 13 livros com exemplos de testes anteriores (simulados), com respostas, para que você possa praticar).

– Antes de começar a fazer os simulados, estude as técnicas e estratégias recomendadas.

Não comece a fazer simulados de imediato e muito menos sucessivamente, seguindo sua intuição ou usando suas próprias estratégias. Isso pode fazer com que você desenvolva estratégias que são inadequadas ou antagônicas às que são adequadas para o IELTS. Se você estiver fazendo aulas com um professor especializado no exame, ele saberá lhe orientar. Se estiver estudando por conta própria, assista nossos vídeos e anote as técnicas e estratégias recomendadas. E só comece a fazer os simulados quando tudo isso estiver muito claro pra você, caso contrário, seus resultados serão irreais e oscilarão demais a cada tentativa.

– Faça pelo menos 1 simulado por dia.

“Practice makes perfect”, e quanto mais você praticar, maior será seu índice de acertos no Listening e Reading. Porém, para o Writing, recomendamos fortemente que você tenha a ajuda de um especialista no IELTS, pois não adianta escrever dezenas de textos sem obter nenhum feedback sobre se você está no caminho certo, ou se seus textos estão adequados, ou entender onde estão seus maiores erros para que possa eliminá-los. A mesma recomendação vale para o Speaking, mesmo que você já seja fluente no idioma. Por fim, registre todos os seus resultados dos simulados para avaliar sua evolução.

– Dedique tempo a entender seus erros.

Após fazer os simulados, não basta apenas olhar as respostas do Listening e Reading, e contabilizar seus erros e acertos. É crucial entender por quê você errou aquela questão, para que você tenha a possibilidade de impedir o erro futuramente. Por exemplo, se você errou uma questão por erro de ortografia, precisa aprender a escrever aquela palavra corretamente. Se você perdeu uma questão no Listening porque não entendeu a pronúncia de uma palavra, precisa acostumar seu ouvido a ela. Se você errou uma questão porque desconhecia uma palavra completamente, precisa ir buscar o significado dela no dicionário. Conhecer a origem dos seus erros é muito mais importante para sua evolução do que você pensa.

Por fim, não acredite em fórmulas milagrosas ou em pessoas que dizem que o IELTS “é pura estratégia e basta saber os macetes da prova”. Isso está longe de ser verdade e é o mito que mais circunda o exame. O IELTS envolve sim uma boa dose desses elementos e sem eles o insucesso é garantido, mas ele não deixa de ser uma prova de competência linguística, elaborada pela maior instituição de idiomas e linguistas do mundo.

Não perca nada!

O melhor conteúdo sobre IELTS gratuitamente

Mais conteúdos Exclusivos

Quer decolar no IELTS?

Entre em nosso Grupo no Facebook